Quando é que você vai deixar?

 

De se prender a uma história do passado?

De reforçar pensamentos limitantes?

De acreditar que a vida dos outros é melhor que a sua? 

De sofrer por quem não se importa com você?

De temer as críticas e começar a agir? 

De se desgastar mental e fisicamente para ter o reconhecimento que merece? 

De ficar tentando provar seu valor pro outro reconhece-la?

De acreditar que ninguém te entende? 

De se sentir sozinha e abandonada? 

De culpar seus pais por não terem sido tão bons assim? 

De buscar o reconhecimento e o amor nos outros?  

De ficar revoltada e fazer as pazes com a vida? 

De esperar o melhor e simplesmente viver a realidade? 

De buscar o reconhecimento e o amor nos outros? 

Eu pensei que ia aprender como ser uma pessoa desapegada, mas é o desapego que está me ensinando (muito!).

  É uma sensação misturada. Liberdade e Medo. Alegria e Profundidade. Leveza e Organização. Energia e Repouso.

Algumas pessoas vivem experiências e aprendem sobre o desapego.

Outras se desapegam e vivem experiências que geram aprendizados incríveis. 

Assim é a vida, somos construídos de nossas vivências.  Primeiro a prática, depois a teoria.

Comece pelo fim.

upload.jpg